fbpx

Quando usar aparelho ortodôntico

Quando usar aparelho ortodôntico

É comum desejarmos ter um sorriso bonito, saudável e perfeitamente alinhado, para nos sentirmos bem. Porém para alcançar este objetivo, muitos precisam passar por algum tipo de tratamento ortodôntico, que geralmente inclui o uso de aparelhos fixos, móveis ou mesmo os chamados alinhadores transparentes (também conhecidos como aparelhos invisíveis). Mas, como podemos saber quando usar aparelho ortodôntico? Tire suas dúvidas neste artigo e aproveite para conhecer as características dos aparelhos ortodônticos, além dos riscos não realizar um tratamento quando indicado pelo seu dentista.

 

Quando usar aparelho ortodôntico?

Os aparelhos ortodônticos são recomendados para corrigir ou prevenir disfunções na arcada dentária, bem como, problemas com o nascimento e crescimento dos dentes ou mesmo problemas relacionados com a má-oclusão dental – que ocorre quando o paciente tem dificuldades para encaixar os dentes superiores com os inferiores, ao fechar a boca. A má-oclusão pode causar desconfortos e até dores mais fortes na região do maxilar.

No entanto, é válido deixar claro que apenas um profissional dentista especializado em ortodontia poderá lhe confirmar, com exatidão, a necessidade do uso de um aparelho. É ele também quem fará a solicitação de exames (radiografia, Raio-X panorâmico, dentre outros) para o planejamento de seu aparelho ortodôntico.

Você pode observar 5 sinais que servem de alerta para que você procure um ortodontista:

  • Dentes muito tortos (encavalados);
  • Dificuldades para fechar a boca;
  • Dificuldade na mordida;
  • Dores no maxilar;
  • Espaço entre os dentes.

 

Principais indicações para o uso de aparelho

Algo muito comum de ocorrer é o fato das pessoas acharem que a função do aparelho ortodôntico é apenas para estética, ou seja, para conquistar um sorriso bonito. Ele é responsável também pelo alinhamento dos dentes, dicção, mordida cruzada e até mesmo para corrigir a respiração.

Se porventura há necessidade de você usar aparelho ortodôntico, a duração do tratamento vai depender de como estão seus dentes, ou seja, cada caso é um caso e cada organismo responde de uma forma as mudanças, por isso deve ser avaliado previamente.

Para os aparelhos convencionais, existem dois modelos: os fixos e os removíveis. O aparelho fixo é utilizado para tratamentos prolongados, e geralmente o removível é indicado para correções mais simples, como por exemplo: auxiliar na contenção de dentes, reposicionamento de mandíbula e de língua, entre outras funções. Vejamos algumas das principais situações na qual é recomendado o uso de aparelho ortodôntico:
 


Dentes separados

Os espaçamentos entre os dentes, são chamados de Diastemas. Quando há um grande espaço entre eles, além da estética, a mordida também é prejudicada. Por esse motivo, pode ocorrer tensão nos músculos da face a até problemas gastrointestinais.

Sendo assim, para cada pessoa é necessário realizar exames antecipadamente para diagnosticar o melhor tratamento ortodôntico. Portanto, duas pessoas que aparentemente apresentam dentes afastados podem ser direcionados a tratamentos diferentes.

Assim como a falta de espaço pode ser um problema, a presença dele também pode fazer com que o aparelho ortodôntico seja a solução indicada. Entre as principais causas do seu surgimento estão a genética e o hábito de chupar dedo.

Esses espaços são comuns em pacientes com problemas gengivais graves como a periodontite. Nesse caso, a Ortodontia e a Periodontia devem ser acionadas em conjunto pois, uma depende da outra para evitar o aumento dos espaços e até a perda dos dentes.

Apinhamento

O termo apinhamento é popularmente conhecido como dente “acavalado”, e é causado pelo pouco espaço da mandíbula, que faz com que um ou mais dentes fiquem sobrepostos a outros. Devido a esta falta de espaço suficiente, gera dificuldade na limpeza e pode causar cáries e doenças na gengiva.

Mordida cruzada

Quando fechamos a boca, o correto e ideal é que a arcada superior se posicione levemente sobre a arcada inferior. Mordida cruzada é quando isso ocorre de maneira diferente: parte dos dentes de cima se encaixam por dentro dos dentes de baixo.

Mordida aberta

A mordida aberta pode se caracterizar pelo afastamento entre os dentes superiores e inferiores. Geralmente sua causa está no hábito de chupar dedo, chupeta ou mamadeira, ou devido a interposição lingual.

Em resumo, a mordida aberta é a deficiência de contato entre dentes superiores e inferiores, ou seja, os dentes superiores não se encontram com os inferiores, tanto na região anterior (dentes da frente) ou posterior (dentes do fundo). Isso pode ocorrer durante a fase da dentição de leite, mista (dentes de leite mais permanentes) ou na dentição permanente.

Dor na mandíbula, bruxismo e desgaste dentário irregular

A articulação do nosso maxilar é de extrema importância para o equilíbrio da mandíbula com os músculos da face. No entanto, mesmo que algum dente torto seja o responsável pelas dores articulares ou mesmo no caso de pessoas que sofrem com bruxismo, é certo que o diagnóstico e tratamento interdisciplinar é fundamental para corrigir essas doenças e diagnosticar a real situação do paciente a fim de avaliar a necessidade de uso do aparelho ortodôntico.

 

Qual tempo de uso do aparelho?

Por vezes, simples alterações no posicionamento dos dentes interfere no seu alinhamento e afeta sua boa aparência. Com isso, o paciente pode optar pela correção, de forma a reconquistar melhor harmonia e satisfação com a estética do seu sorriso.

No entanto, é importante deixar claro que o tempo de tratamento ortodôntico ideal permite a correção em poucos meses dos casos mais simples com a garantia da qualificação do profissional, técnica e materiais utilizados e grau de instrução e cooperação do paciente.

Porém, existem ainda casos mais sérios e complexos como ocorre quando um ou mais dentes são sobrepostos sobre outros. Em pacientes que apresentam este caso, a higiene é dificultada, podendo causar cáries, doenças periodontais, mau hálito e outras complicações.

Por isso, é necessário dar início ao tratamento ortodôntico para liberar espaço e alinhar os dentes perfeitamente um ao lado do outro.
 


Enfim, o diagnóstico e o acompanhamento realizado com um bom profissional da Ortodontia e em uma clínica odontológica especializada é fundamental para corrigir os problemas citados. Apenas um especialista poderá indicar a melhor solução, além de fornecer orientações a respeito dos cuidados e da manutenção diária com o aparelho ortodôntico

Agora que você sabe quando usar aparelho ortodôntico, não deixe de ler também sobre a opção de aparelho invisível, que tem conquistado cada vez mais pacientes.

 
Fontes: Sorrisologia, Colgate, OC, DB, DC, RO

Adicionar Comentário

×
Olá, notamos que você está pesquisando sobre Quando usar aparelho ortodôntico. Se você tem dúvidas ou está pesquisando para alguém, fale conosco e agende uma consulta agora mesmo. Clique no ícone abaixo para falar via Whatsapp.